Pular para o conteúdo principal

12/11 - Puerto Pirámides - Passeio de barco e moto

Antoine de Saint-Exupéry escreveu que:

"Um amigo é fruto de uma escolha.
É uma opção de amor
É a descoberta da alma irmã.
É a consciência clara e permanente de algo sublime
que não está na natureza das coisas perecíveis.
É um tesouro sem preço, um gostar sem distância,
de alguém presente em nosso caminho,
nas horas de dúvida, de alegria, demais para ser perdido,
importante para ser esquecido"

"Importante para ser esquecido"... essa frase é muito verdadeira, já fazem mais de 6 meses que fizemos essa viagem, e muitas pessoas que cruzaram nosso caminho realmente se tornaram pessoas importantes demais para serem esquecidas, inclusive nosso grupo, tivemos momentos inesquecíveis, e que se pudesse, faria tudo de novo!!!

Bora na garupa porque este foi um dos dias mais incríveis que tivemos na nossa viagem ;)

Bem, o hostel Aloha foi uma feliz escolha, lugar super aconchegante...


e com uma fofurinha linda que não poderia passar batido *-*


Normalmente, hostel não oferece café da manhã, então fomos numa padaria, e nos esbaldamos rsrs


Puerto Pirámides é um paraíso, com uma avenida principal e tudo voltado para o turismo.

  
Nosso objetivo em passar por lá era fazer um passeio de barco afim de ver baleias, comuns na costa argentina neste período. Através da comunidade RAGMI (Red de Auxilios de Grupos Moteros Internacional) fizemos contato com o Micky e a Pame, um casal de motociclistas que possuem a empresa  Peke Sosa Avistajes  e que promovem esses passeios.


Na época eles estavam no planejamento e na expectativa de viajarem para  o Alaska, sairiam em Dezembro para a realização deste sonho, e ficamos tão felizes em conhecê-los *-* família fantástica!!!



Nem preciso dizer que foi tudo incrível né!! As imagens e nossas reações no vídeo falam por si *-*




 




Puerto Pirámides tem este nome por causa desta pirâmide ao fundo.



Ahhh que vida dura rsrsrsrs


E o momento mais surpreendente!!!



Todos os turistas olhando igual bobos para todos os lados rsrsrsrs








 

Abaixo, a foto com a turma toda, sorrisos que não saiam do rosto!!! Agora, neste momento escrevendo, fico mais feliz ainda em lembrar deste dia, pois na época, eles tbm estavam na expectativa pelo sonho de ir ao Alaska, e atualmente, foram e já voltaram, com milhões de histórias e sentimentos de realização. Clicando aqui, pode visualizar a página do facebook com os relatos de viagem, que acompanhamos e tbm torcemos dia a dia .


O dia foi realmente cheio de aventuras, depois do passeio, pegamos nossas motos e fomos rodar pela Península.


E aqui é Off Road rapaaaaaz  \o/ tudo de rípio.



Encardidos e com sorriso de orelha a orelha rsrs














 

 









Maaaas o dia tbm foi de susto, estávamos acelerando para voltar antes de anoitecer, e numa parte com muita pedra solta, o Kpot perdeu o equilíbrio e foi pro chão.



Estragou um pouco a moto ...

  
mas continuou firme e forte mesmo assim ;-) Guerreiro!!!



E o resultado com todo mundo encardido rsrs






Micky e Pame, não sei se vão ler esta postagem, mas uma das melhores coisas que existe é tirar os sonhos do papel, nesta viagem nos conhecemos justamente porque estávamos fazendo isso, e como foi bom encontrá-los e acompanhar nos dias seguintes as aventuras de vcs. Vcs são iluminados e com uma família linda, esperamos de coração logo nos encontrar novamente, e eu, principalmente, quero aprender com quem já foi, porque o Alaska tbm não sai dos meus sonhos :-)


E amigos "é um gostar sem distância", neste momento estamos todos beeem longe, mas o espírito de motociclista e que torce para o bem um do outro continua firme e forte em todos nós.

Bora que a aventura continua, muita coisa ainda por vir ;-)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um tombo que não estava nos planos =/

Bem, já deu pra perceber que desafio pouco é para os fracos né, nossa viagem está levando essa palavra muito a sério rsrs. Antes de mais nada quero deixar claro que estou bem, mesmo !!! Não avisei nada antes para não preocupar ninguém, só estou colocando no blog porque faz parte do Giro né rsrs Depois de nos encantarmos com a estrada incrível de Puerto Maldonado a Cusco, faltando uns 100 kms para o destino final sofri um acidente. Numa curva simples a roda dianteira escorregou na faixa central e fui direto pro guardrail. Lembro que quando estava caindo só ficava pensando em me encolher pra tentar passar por baixo do guardrail, estava sentindo ir deslizando pelo asfalto por alguns metros e ouvindo o barulho da moto tbm no chão. O Carlos fala que dei uma pancada  nos ferros e a moto passou a meio metro de me atropelar, mas felizmente o pior não aconteceu. Só me dei conta quando estava já no canteiro, deitada e com muita dor no lado direito. tirei o capacete e em poucos segu

A primeira de muitas - Ponta Grossa, Curitiba e Antonina - 07 a 11 de Julho

Como diz Fernando Pessoa, "a vida é o que fazemos dela", e para viajantes, a fazemos muito mais bonita! Assim foram os dias 07 a 11 de Julho, onde o Cassiano e eu percorremos as estradas de São Paulo e Paraná. Certa vez li que uma viagem vem para nos tornar conhecedores de si mesmos e sinceros nas atitudes, e essa viagem veio pra solidificar ainda mais nosso sentimento, proporcionar conhecer ainda mais um ao outro, sentir nossa alegria em estar junto e dar a certeza que desejamos muitos e muitos kms de alegria, as vezes cada um com sua moto...as vezes os dois em uma moto...de ônibus...a pé...não importa, o que vale é estarmos sempre cheios de expectativas e abertos para as novas experiências que estão surgindo. Mas senta que lá vem história... No dia 7 saí de Jundiaí e fui encontrá-lo em Capão Bonito, de lá seguimos pra Ponta Grossa, nosso primeiro destino. Nosso objetivo por lá era conhecer a Abadia da Ressurreição, um mosteiro muito bonito cujos monges belamente apres

13/11 - De Puerto Pirámides a Caleta Olivia

Durante o planejamento da viagem fiquei bem tranquila, mas na véspera da saída, sinceramente, o receio e o medo do que estava por vir ficaram constantes nos meus pensamentos. Tinha medo de uma viagem tão longa num grupo de 5 pessoas, tinha medo de não atingir nossas expectativas ou de novamente sofrer algum acidente. Medo de possíveis conflitos de relacionamento, personalidade, medo de problemas que pudéssemos ter, medo de a moto não aguentar a viagem e, principalmente, medo de não conseguir realizar esse objetivo. Havia lido muito sobre o caminho, as adversidades, as dificuldades... cada relato tinha uma característica, e nunca é fácil a superação. Mas justamente deixar os medos pra trás é o que separa as pessoas que sonham das que realizam. Uma das principais dificuldades do caminho, especificamente, é o vento, mas vamos por partes... Depois do acidente do Kpot, passamos em Puerto Madryn para comprar outro retrovisor para a Teneré, e aliás, que cidade linda! Em Puerto Madr