Pular para o conteúdo principal

01/11 - 5º ENX - Floripa

Acredito que uma das melhores coisas que as redes sociais e afins nos proporcionam é a oportunidade de conhecer tanta gente bacana virtualmente, com gostos e sonhos em comum. E uma das melhores coisas que a vida proporciona, é transformar tudo isso em realidade, olho no olho, papo até altas horas, passeios juntos e muita risada. Essas são as sensações que tivemos ao participar do 5º Encontro Nacional XREonline, em Florianópolis.

Chegamos em Floripa no sábado a noite, no meio do churrasco rsrs e é muito bom ter a consideração da galera e a expectativa pela nossa viagem, e melhor ainda poder chamar tantos pelo nome... isso quer dizer que as amizades estão sendo de loooonga data.

Bem, ficamos no dia 1 rodando com a galera, o tempo estava nublado mas ainda assim foi possível curtir, e foi show!!!





O litoral é lindo, com a turma reunida então... tudo fica ainda melhor \o/

Primeiro demos uma volta pela orla norte...



E seguimos para Forte pra ver a famosa ponte de Floripa.




Que canhão hein Fael :-P










Devido o tempo nublado e a canseira do primeiro dia de viagem (ok ok, confesso que foi a preguiça depois do almoço rsrs :-P ), na parte da tarde voltamos para a pousada, o que foi ótimo pois rendeu muitas risadas. Lá em Floripa tivemos a visita ilustre da Silmara, uma amiga motociclista porreta e que temos um carinho enorme ;-)






A noite pretendíamos ir encontrar a galera do XT660 :'( mas a coxisse por causa da chuva não deixou rsrs e partimos pra pizzada com a galera do Xol mesmo








Como manda a tradição, a bandeira foi passada para ótimas mãos, hora da verde subir para a Bahia com o Jota ;-)


Essa foi a forma de começar o Giro Cone Sul com chave de ouro, revendo amigos e pegando muita energia positiva. Todos fazem parte da nossa viagem, e escrevendo aqui de Montevidéu, desejo de todo coração que todos tbm possam ir sempre Rumo Aos Sonhos... e de moto ;-) É demais!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A primeira de muitas - Ponta Grossa, Curitiba e Antonina - 07 a 11 de Julho

Como diz Fernando Pessoa, "a vida é o que fazemos dela", e para viajantes, a fazemos muito mais bonita!

Assim foram os dias 07 a 11 de Julho, onde o Cassiano e eu percorremos as estradas de São Paulo e Paraná. Certa vez li que uma viagem vem para nos tornar conhecedores de si mesmos e sinceros nas atitudes, e essa viagem veio pra solidificar ainda mais nosso sentimento, proporcionar conhecer ainda mais um ao outro, sentir nossa alegria em estar junto e dar a certeza que desejamos muitos e muitos kms de alegria, as vezes cada um com sua moto...as vezes os dois em uma moto...de ônibus...a pé...não importa, o que vale é estarmos sempre cheios de expectativas e abertos para as novas experiências que estão surgindo.

Mas senta que lá vem história...

No dia 7 saí de Jundiaí e fui encontrá-lo em Capão Bonito, de lá seguimos pra Ponta Grossa, nosso primeiro destino. Nosso objetivo por lá era conhecer a Abadia da Ressurreição, um mosteiro muito bonito cujos monges belamente apresentam…

Uma pessoa especial...

Sou uma motociclista que sempre foi independente, dona de si e que se esforça em realizar os sonhos de estrada, mas tbm sou uma mulher que, junto com as aventuras de ir longe...tbm sonha em ter a cia de alguém especial, que encontre um sorriso ao lado quando acordar em algum hotel por aí, alguém que queira dividir momentos, sonhos, família e muito carinho.

A música abaixo do Paolo representa bem o que eu sentia:

"Quero uma pessoa como eu Que me aceite como eu sou Que precise de carinho e de amor Quero uma pessoa como eu Que aprenda a me escutar Que entenda o que diz o meu olhar Que não fique por ficar Quero alguém afim de viajar no por do sol
Que acenda no meu céu todas as estrelas do prazer
Eu só quero alguém pra me seguir Pra chorar e pra sorrir, aonde eu for Que não goste de mentir, que não saiba nem fingir Que me de muito valor na hora que eu me entregar
Mas eu só quero alguém pra me seguir Pra chorar e pra sorrir, aonde eu for Que não goste de mentir, que não saiba nem fingi…

15/11 - O dia que as coisas não saíram como o planejado

"Se algo pode dar errado, dará!" 
Esta é a famosa lei de Murphy, e é impressionante como se contextualiza em viagens de moto. No nosso Giro não poderia ser diferente, e pra falar a verdade, ela veio a tona dia 15/11 , o dia em que NADA deveria ter dado errado.

Bem, saímos pela manhã do hotel Liporaca, em Rio Gallegos.


O Alfredo estava tbm quase pronto pra sair, mas como ele anda muito e estava com uma BMW fomos na frente, mas não demorou muito para que nos alcançasse.

Nos ajudou muito explicando como proceder na Aduana, pois neste trecho passamos pelo Chile, acredito que menos 300 kms, mas é necessário seguir os procedimentos de entrada e saída do país.

O dia já não começou muito bem quando pedi a caneta emprestada do atendente chileno. Ele emprestou e falou para devolver, ok, mas emprestei pra um dos colegas, que foi passando para outro, e para outro, e depois chegou um ônibus... todo mundo usando... quando fui ser atendida, qual a primeira coisa que o atendente pediu? A …