Pular para o conteúdo principal

Aula 8: Carburadores

O carburador está sujo!!! O carburador está sujo!!! As vezes acho que essa é a frase favorita dos "meXanicos" qdo se deparam com moto carburada, e nós, meros mortais... acreditamos :'(

Bom aproveitar a aula então pra conhecer melhor a função dos carburadores, componente essencial para o funcionamento da motoca, e uma das aulas que eu mais estava curiosa :-D

Importante: O conteúdo que estou escrevendo é com base no que entendi da aula no curso de mecânica na Radial Cursos , não é responsabilidade deles caso eu escreva algo errado, é até bom que me corrijam, afinal, conhecimento é sempre bem vindo :-) Mas se o post ficar bom... créditos pro professor Marco hein ;-) E continuo recomendando fazer o curso por lá, a prática é bem melhor ;-)


Embora o carburador de cada motocicleta seja diferente em dimensões, calibragem de gicleurs, regulagem de entrada de ar... dentre outras características, todos eles tem o mesmo princípio de funcionamento, que é o mais interessante em conhecer.

Funcionalidades:
  1. Pulverizar a gasolina que entra dentro da câmara de combustão
  2. Misturar ar + gasolina na proporção correta
  3. Aumentar ou diminuir a velocidade em que a mistura entra no motor
...mas vamos entender melhor isso tudo \o/

1º - Pulverizar a gasolina que entra dentro da câmara de combustão
Para que ocorra a combustão, é necessário que a mistura (gasolina + ar) chegue a faísca da vela, mas ela estando totalmente líquida não ocorre esse processo, é necessário portanto que a gasolina esteja pulverizada.
O princípio de pulverizar é o mesmo que encontramos por exemplo num desodorante, quando um vaporizador transforma o líquido em pequenas gotículas dispersas no ar.


2º -  Misturar ar + gasolina na proporção correta
Já vimos anteriormente que para a queima total da gasolina, é necessário que a proporção esteja em 15:1 em média. Para o bom funcionamento da motoca, é importante que isso seja respeitado, pq:
  • A proporção de gasolina maior que a de ar é chamada de Mistura Rica, e provoca um consumo excessivo de combustível, deixa a marcha lenta irregular, perde potência, solta cheiro de gasolina pelo escapamento e provoca excesso de carbonização na vela
  • A proporção de ar maior que a de gasolina é chamada de Mistura Pobre, e provoca superaquecimento no motor, chegando ao ponto de fundir ou furar o pistão a longo prazo, perde potência e tbm cria depósitos embranquecidos na vela
3º - Aumentar ou diminuir a velocidade em que a mistura entra no motor
O carburador é responsável por alimentar o motor sempre com doses iguais de mistura, mas nem sempre com a mesma velocidade. Alguns confundem isso com o aumento das RPM, mas não tem relação, apenas alimenta o motor com maior rapidez.


Funcionamento

O carburador é dividido em 2 circuitos de alimentação e 1 circuito auxiliar. Achei interessante saber que os circuitos são independentes entre si, e um NÃO afeta o outro.

Antes de ver sobre esses circuitos, veja o vídeo abaixo para entendermos o funcionamento dele, que segue o seguinte princípio:


Presta atenção hein :-P


Portanto a função básica do carburador é: permitir a entrada do ar, pulverizar com a gasolina e mandar a mistura pro motor ;-)


... agora sim... podemos separar os circuitos e entender melhor cada parte \o/



Começando pelo mais simples.... o Circuito Secundário!!!

O Circuito Secundário tem a função de alimentar a MARCHA LENTA, só!!!

Marcha Lenta é quando a moto está ligada (estando engatada ou não) mas não ocorre nenhuma aceleração.


Na imagem acima, pode notar duas partes importantes do carburador, o Pistonete e o giclê. No pistonete, tem uma agulha que regula a quantidade de gasolina a sair pelo giclê, mas durante a marcha lenta, o giclê fica totalmente fechado. Por onde sai a gasolina então?

Perto da saída da mistura, tem um "buraquinho minúsculo" (o giclê de baixa), a partir de onde, através da sucção, o motor consegue puxar combustível.






Outro componente do circuito secundário é o parafuso do ar e o parafuso do rpm. Através desses parafusos é que é feita a regulagem da marcha lenta. Tem muitos vídeos legais no youtube ensinando como fazer isso, vale a pena conferir ;-)




Uma dica importante, caso vá fazer a limpeza, por exemplo, num carburador que já esteja regulado, ao apertar o parafuso até o final, conte quantas voltar foram dadas, assim saberá o qto precisa soltar para que continue regulado ;-)


Circuito Primário ou Principal

O circuito primário só começa a trabalhar a partir de algum movimento no acelerador, ele NÃO tem relação com o secundário (Marcha Lenta). O circuito principal tem como principal função aumentar ou diminuir a entrada da mistura (mantendo a proporção de 15:1) , afinal, maiores velocidades exigem maior quantidade de mistura.

Componentes:

1 - Pistonete: Controla a entrada de ar



Que já completo com a agulha é assim:




2 - Agulha: Controla a passagem da gasolina

3 - Giclê de alta : Junto com a agulha tbm controla a passagem da gasolina


Observe que a agulha é cônica, ou seja, a ponta mais fina. No circuito principal não tem regulagem de ar, tudo é feito através da trava da agulha. Quando o pistonete está em baixo, quer dizer que a agulha está fechando totalmente o giclê, e saindo o mínimo de gasolina. A medida que vai acelerando, o pistonete com a agulha vai subindo e permitindo maior passagem de gasolina.

Como já mencionado, não existe regulagem de ar no circuito principal, então caso precise de alguma regulagem, é feita na quantidade de gasolina, como? Através das travas da agulha. Algumas agulhas tem ranhuras/travas que permitem fazer a regulagem da sua altura no pistonete.




Para deixar a agulha mais pra cima, a trava fica mais embaixo, deixando a mistura mais rica. A agulha para baixo deixa a trava mais pra cima, deixando a mistura mais pobre.


Circuito Auxiliar

Tem como função ajudar no bom funcionamento do carburador.

É composto por:

1 - Sistema de afogadores.
2 - Sistema de nível constante (bóias).
3 - Sistema de respiros.
4 - Sistemas de válvulas compensadoras

1 -  O afogador serve para facilitar a partida fria enriquecendo a mistura. Em algumas motos, como a cg, diminui a entrada de ar, em outras, como as 2 tempos, tem um duto auxiliar que faz mandar mais gasolina


Fechando a entrada de ar


Mantendo aberta a entrada de ar.



2 - Sistema de bóias: Mantém o nível de gasolina, evitando a perda de combustível pelo ladrão


3 - O Sistema de Respiro consiste em ter pequenos orifícios internos à cuba, que permitem que a pressão interna a essa cuba seja permanentemente igualada à externa (atmosférica), permitindo dessa forma um livre fluxo de combustível.


4- As válvulas compensadoras são pequenos componentes que ocupam lugares apenas em carburadores de motocicletas de cilindradas maiores (XL, CB, CBX).


Uma informação interessante: O filtro de ar tbm tem relação com o carburador, e por isso é importante sempre observá-lo. Se estiver sujo, obstrui a entrada de ar deixando a mistura rica.

Aula esclarecedora, alguém com moto carburada para colocarmos a mão na massa? \o/




Comentários

  1. Ótima aula, quando quiser é só aparecer que libero minha motoca pra "desmanche" kkkk, e olha que o carbura dela ta precisando de uma limpeza mesmo rsrs.
    Quando tive aula sobre carburação o professor me deu o da cg pra limpar e só observei a revisão no da sete galo, deu dó quando os cabeçudos entortaram as quatro agulhas, pura falta de atenção deles, que dó, que dó...

    ResponderExcluir
  2. Tenho 1 dúvida
    A agulha do meu carburador quando está fechada ainda passa combustível, fiz o teste soprando no gicle de alta e passou muito ar, tenho q regular pra fechar totalmente ?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A primeira de muitas - Ponta Grossa, Curitiba e Antonina - 07 a 11 de Julho

Como diz Fernando Pessoa, "a vida é o que fazemos dela", e para viajantes, a fazemos muito mais bonita!

Assim foram os dias 07 a 11 de Julho, onde o Cassiano e eu percorremos as estradas de São Paulo e Paraná. Certa vez li que uma viagem vem para nos tornar conhecedores de si mesmos e sinceros nas atitudes, e essa viagem veio pra solidificar ainda mais nosso sentimento, proporcionar conhecer ainda mais um ao outro, sentir nossa alegria em estar junto e dar a certeza que desejamos muitos e muitos kms de alegria, as vezes cada um com sua moto...as vezes os dois em uma moto...de ônibus...a pé...não importa, o que vale é estarmos sempre cheios de expectativas e abertos para as novas experiências que estão surgindo.

Mas senta que lá vem história...

No dia 7 saí de Jundiaí e fui encontrá-lo em Capão Bonito, de lá seguimos pra Ponta Grossa, nosso primeiro destino. Nosso objetivo por lá era conhecer a Abadia da Ressurreição, um mosteiro muito bonito cujos monges belamente apresentam…

Uma pessoa especial...

Sou uma motociclista que sempre foi independente, dona de si e que se esforça em realizar os sonhos de estrada, mas tbm sou uma mulher que, junto com as aventuras de ir longe...tbm sonha em ter a cia de alguém especial, que encontre um sorriso ao lado quando acordar em algum hotel por aí, alguém que queira dividir momentos, sonhos, família e muito carinho.

A música abaixo do Paolo representa bem o que eu sentia:

"Quero uma pessoa como eu Que me aceite como eu sou Que precise de carinho e de amor Quero uma pessoa como eu Que aprenda a me escutar Que entenda o que diz o meu olhar Que não fique por ficar Quero alguém afim de viajar no por do sol
Que acenda no meu céu todas as estrelas do prazer
Eu só quero alguém pra me seguir Pra chorar e pra sorrir, aonde eu for Que não goste de mentir, que não saiba nem fingir Que me de muito valor na hora que eu me entregar
Mas eu só quero alguém pra me seguir Pra chorar e pra sorrir, aonde eu for Que não goste de mentir, que não saiba nem fingi…

15/11 - O dia que as coisas não saíram como o planejado

"Se algo pode dar errado, dará!" 
Esta é a famosa lei de Murphy, e é impressionante como se contextualiza em viagens de moto. No nosso Giro não poderia ser diferente, e pra falar a verdade, ela veio a tona dia 15/11 , o dia em que NADA deveria ter dado errado.

Bem, saímos pela manhã do hotel Liporaca, em Rio Gallegos.


O Alfredo estava tbm quase pronto pra sair, mas como ele anda muito e estava com uma BMW fomos na frente, mas não demorou muito para que nos alcançasse.

Nos ajudou muito explicando como proceder na Aduana, pois neste trecho passamos pelo Chile, acredito que menos 300 kms, mas é necessário seguir os procedimentos de entrada e saída do país.

O dia já não começou muito bem quando pedi a caneta emprestada do atendente chileno. Ele emprestou e falou para devolver, ok, mas emprestei pra um dos colegas, que foi passando para outro, e para outro, e depois chegou um ônibus... todo mundo usando... quando fui ser atendida, qual a primeira coisa que o atendente pediu? A …