Pular para o conteúdo principal

06/07 - De Maricá RJ à Mataízes ES

"Não temos asas porque uma moto basta para nos fazermos voar"

É com uma frase emocionante como essa que escrevo neste post um pouquinho da alegria que está sendo essa viagem. No dia 06/07 atravessamos a fronteira do RJ-ES, e foi tão especial... uma placa arrancando sorrisos de orelha a orelha rsrs 

Garota boba né rsrs .... eu sei :-D e amo ser assim ;-)

Mas senta que lá vem a história:

Bem, conforme já mencionado no post anterior, a Eunice precisou desistir da viagem, seguimos então o Rodrigo e a Jane, seu Flávio e a Cris, e eu, segurando vela :-P

Saímos de Maricá RJ logo cedo, com destino à Marataízes ES, como ainda teria um booomm caminho pela frente, teríamos que fazer o dia render.

As motos estão parecendo carretas de tão cheias né rsrs como cabe coisa ...


Seguimos pela Rodovia Amaral Peixoto sentido Araruama pois o plano é viajar pela orla. Passamos por algumas praias...lindos lugares...Pegamos um pouco de trânsito nessa região, além de muitos radares, onde muitas vezes não podíamos passar dos 50 km/h principalmente quando passava dentro das cidades. Muitos redutores nas avenidas principais, haja paciência....

Quando chegamos na BR 101, aí sim o fluxo correu, a estrada está em ótimas condições, não me lembro exatamente em quais pontos eram, mas desde que saímos de Maricá só pagamos 2 pedágios de R$1,55 ... bem tranquilo.

Pouco depois de Macaé já fizemos nossa primeira parada... uma água de coco ... já entrando no clima \o/


Quando atravessamos a divisa com o Espírito Santo, foi uma alegria danada :-D  Motociclista é bicho doido mesmo né, fica feliz com cada coisa rsrs






Como já estava perto das 14 hs, na própria divisa do estado encontramos um restaurante bem agradável. Bem, a viagem é em modo econômico, então Prato Feito é uma ótima pedida \o/


E estava booommm ...  comida simples e bem feita, perfeito!!! Selo recomendado rsrs.


Após a divisa dos estados, a estrada continuou boa, depois de alguns kilometros pegamos a entrada para Marataízes, sem problemas também. Não fomos por Presidente Kennedy, entramos no caminho direto pouco a frente.

Continuo sem reclamar do asfalto, o desafio a partir daí foi a areia por todo lado e alguns pedaços de cana nas bordas, e as vezes na própria pista. Andando de dia, nada tão preocupante.

Embora a distância de Maricá a Marataízes fosse um pouco mais de 400 km, com as paradas, redutores, radares ... acabamos chegando por lá mais ou menos as 16 hs, mas ainda deu para admirar um pouquinho da beleza da praia






É interessante a areia no Espírito Santo, porque ela é bem grossa, cheia de pedacinhos de conchas, bem diferente da fofinha e branquinha que estou acostumada nas praias de São Paulo ou Rio, além da água ser bem escura também.




Só motociclista pra ir pra praia de calça, jaqueta ... e ainda depois do dia todo na estrada rsrs


Como está totalmente fora de temporada, ficamos na pousada e camping Xodó, um lugar muito agradável e com opções de camping, chalé e albergue. Estava tudo vazio, então conseguimos um preço muito bom, R$ 35 reais por chalé, se fosse camping seria R$ 15 por pessoa, portanto o chalé compensou bem mais.





Uma voltinha pela cidade ... procurando algum restaurante que service Peroá, muito gostoso, recomendado ;-)


E fala a verdade, dormimos muito confortavelmente, sem luxo, mas curtindo rsrs . E esse saco de dormir foi a segunda melhor compra que já fiz, mto prático, está sendo útil em todos os lugares. Ahh a melhor compra foi a moto, claro :-D


De Maricá até Marataízes foram 449.2 km rodados \o/ muito chão pela frente ainda ...


Saímos de manhã, próximo destino: Guiriri ES.



A saída da cidade foi um pouquinho conturbada, fomos pela orla para pegar a Rodovia do Sol. Linda pista, excelente asfalto ... vale a pena passar por lá!!! Ahh conturbado mesmo só na saída das cidades, pouca sinalização ... mas depois só alegria :-D






 Bem, é isso aí, foi uma experiência maravilhosa atravessar a divisa dos estados, fica aquela impressão de que agora começou pra valer sabe, e isso é muito bom, realização e expectativas andando lado a lado.

Os gastos que tivemos nesse dia foram:



Dentro do orçamento .. \o/

E vamos que vamos, seguindo rumo a Guiriri ES


Comentários

  1. Gostei das fotos :P , mas a que eu mais gostei foi da mademoisselle de óculos escuros :P

    ResponderExcluir
  2. Já começou a viagem?!? Que bom que conseguiu compania para a viagem.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A primeira de muitas - Ponta Grossa, Curitiba e Antonina - 07 a 11 de Julho

Como diz Fernando Pessoa, "a vida é o que fazemos dela", e para viajantes, a fazemos muito mais bonita!

Assim foram os dias 07 a 11 de Julho, onde o Cassiano e eu percorremos as estradas de São Paulo e Paraná. Certa vez li que uma viagem vem para nos tornar conhecedores de si mesmos e sinceros nas atitudes, e essa viagem veio pra solidificar ainda mais nosso sentimento, proporcionar conhecer ainda mais um ao outro, sentir nossa alegria em estar junto e dar a certeza que desejamos muitos e muitos kms de alegria, as vezes cada um com sua moto...as vezes os dois em uma moto...de ônibus...a pé...não importa, o que vale é estarmos sempre cheios de expectativas e abertos para as novas experiências que estão surgindo.

Mas senta que lá vem história...

No dia 7 saí de Jundiaí e fui encontrá-lo em Capão Bonito, de lá seguimos pra Ponta Grossa, nosso primeiro destino. Nosso objetivo por lá era conhecer a Abadia da Ressurreição, um mosteiro muito bonito cujos monges belamente apresentam…

15/11 - O dia que as coisas não saíram como o planejado

"Se algo pode dar errado, dará!" 
Esta é a famosa lei de Murphy, e é impressionante como se contextualiza em viagens de moto. No nosso Giro não poderia ser diferente, e pra falar a verdade, ela veio a tona dia 15/11 , o dia em que NADA deveria ter dado errado.

Bem, saímos pela manhã do hotel Liporaca, em Rio Gallegos.


O Alfredo estava tbm quase pronto pra sair, mas como ele anda muito e estava com uma BMW fomos na frente, mas não demorou muito para que nos alcançasse.

Nos ajudou muito explicando como proceder na Aduana, pois neste trecho passamos pelo Chile, acredito que menos 300 kms, mas é necessário seguir os procedimentos de entrada e saída do país.

O dia já não começou muito bem quando pedi a caneta emprestada do atendente chileno. Ele emprestou e falou para devolver, ok, mas emprestei pra um dos colegas, que foi passando para outro, e para outro, e depois chegou um ônibus... todo mundo usando... quando fui ser atendida, qual a primeira coisa que o atendente pediu? A …

14/11 - De Caleta Olivia a Rio Gallegos

Amigos se reconhecem! Já escrevi esta frase aqui no blog dezenas de vezes, mas a cada dia tenho mais certeza que essas palavras são reais, vamos lá... que nosso objetivo está cada vez mais perto!!

A partir de Comodoro Rivadavia diminuiu um pouquinho (em alguns trechos) as retas intermináveis da Ruta 3 e pegamos trechos lindos beirando o mar.



E neste trecho realmente começamos a sentir o frio pra valer.
E olha aí... até o Tux já pegou a rota para Ushuaia rsrs

Num posto de gasolina conhecemos  o Alfredo Paz, um motociclista que mora em Ushuaia. Ele nos deu muitas dicas do caminho e inclusive recomendou o hotel que ficaria em Rio Gallegos, explicando certinho como chegar lá... bacana né \o/

Numa breve parada no meio do nada...


Desafiamos o vento rsrs e saímos perdendo rsrs

Nos posts anteriores mostramos como realmente o vento é forte, e se vc colocar a moto a favor do vento... ela cai rsrs e o Boni... sempre o Boni... quis tirar a prova kkkk, deu no que deu :-P

Felizmente não estrago…